22 de fevereiro de 2015

Resenha: A Mais Pura Verdade [PRÉVIA]


 Quando esse livro chegou aqui em casa fiquei super empolgada porque já tinha lido a sinopse no skoob e tinha achado bem interessante, mas logo percebi que eram só os seis primeiros capítulos... E parabéns Novo Conceito, vocês conseguiram me deixar ainda mais ansiosa pro lançamento, que é em 23 de março.

 O nosso protagonista, que é o Mark, esta doente, muito doente, e ele está cansado disso, então resolve fugir para escalar a maior montanha de Washington, e só leva uma mochila contendo: Máquina fotográfica; Caderno e caneta; Equipamento de alpinismo; Passagem de trem (só de ida); Remédios; E também Beau, o melhor cachorro do mundo.

 Apesar de o livro ser narrado por uma criança, a descrição das cenas são incríveis e detalhadas. Também conseguimos sentir a angústia do garoto, assim como sua inocência e em alguns momentos, sua maturidade. 

 A diagramação do livro está impecável, já até imagino como ficará linda na edição final. A capa, apesar de ser um pouco clichê, pois vamos combinar, todos os Sicklits tem capa azul, é muito linda e passa um pouco da simplicidade e emoção da história. Porém não se enganem, pensando que é um livro fofo, pois eu achei bem melancólico. 

 A história intercala entre o que se está passando com Mark e o que está acontecendo com seus pais e amigos, enquanto eles o procuram, e apesar disso às vezes me incomodar por me fazer perder o ritmo da história, nesse livro isso não acontece, a história flui a cada capítulo, independente do ponto de vista. 

 Com apenas seis capítulos o livro já me encantou, e se eu o tivesse inteiro, leria tudo em um dia. 


Autor: Dan Gemeinhart 
Editora: Novo Conceito
Gênero: Ficção norte-americana 
Lançamento: 23 de Março