1 de março de 2015

Top 5: Filmes de super-heróis


 Não é surpresa pra ninguém que uma das coisas que eu mais gosto são super-heróis, seja quadrinhos, seriados ou filmes sobre eles. Então hoje eu resolvi falar pra vocês quais são os meus 5 filmes preferidos do gênero.

 Antes de começar a lista, queria deixar claro que essa é a minha lista, então se você não gosta de algum dos filmes que eu colocar, respeite a minha opinião e não seja rude nos comentários.



 Esse filme é o meu preferido em todos os sentidos, a trilha sonora, o herói, as atuações, as cenas, tanto as de ação quanto as de humor...

 O filme que abriu a Fase 1 da Marvel no cinema nos apresenta a Tony Stark (Robert Downey Jr.), um industrial bilionário, que também é um brilhante inventor. Ao ser sequestrado ele é obrigado por terroristas a construir uma arma devastadora mas, ao invés disto, constrói uma armadura de alta tecnologia que permite que fuja de seu cativeiro. A partir de então ele passa a usá-la para combater o crime, sob o alter-ego do Homem de Ferro.



 Bom, eu disse que a minha trilha sonora preferida era de Homem de Ferro... Acho que me precipitei um pouco nesse sentido, porque o Awesome Mix Vol. 1 é meio que imbatível. Também amo as personalidades peculiares de cada um dos personagens, e como não gostar de um guaxinim badass falante?! a fotografia é impecável, assim como o humor do filme, que pra mim é o mais divertido da Marvel.

 Peter Quill (Chris Pratt) foi abduzido da Terra quando ainda era criança. Adulto, fez carreira como saqueador e ganhou o nome de Senhor das Estrelas. Quando rouba uma esfera, na qual o poderoso vilão Ronan, da raça kree, está interessado, passa a ser procurado por vários caçadores de recompensas. Para escapar do perigo, Quill une forças com quatro personagens fora do sistema: Groot, uma árvore humanóide (Vin Diesel), a sombria e perigosa Gamora (Zoe Saldana), o guaxinim rápido no gatilho Rocket Racoon (Bradley Cooper) e o vingativo Drax, o Destruidor (Dave Bautista). Mas o Senhor das Estrelas descobre que a esfera roubada possui um poder capaz de mudar os rumos do universo, e logo o grupo deverá proteger o objeto para salvar o futuro da galáxia.




 Capitão América foi o super-herói responsável pelo meu fanatismo com esse gênero, é claro que eu já tinha visto os filmes do Homem-Aranha e gostava deles, mas depois de ver esse filme fiquei louca com isso e fui atrás de filmes como Homem de Ferro. Na foto do inicio do post da pra ver o pôster de Capitão América 2 lá no cantinho, porque apesar de eu ter um carinho especial pelo primeiro filme, o segundo é maravilhoso, as referências, os personagens secundários, a ação presente praticamente o tempo todo, o roteiro... tudo em O Soldado Invernal é incrível. 

 Steve Rogers (Chris Evans) é um jovem que aceitou ser voluntário em uma série de experiências que visam criar o supersoldado americano. Os militares conseguem transformá-lo em uma arma humana, mas logo percebem que o supersoldado é valioso demais para pôr em risco na luta contra os nazistas. Desta forma, Rogers é usado como uma celebridade do exército, marcando presença em paradas realizadas pela Europa no intuito de levantar a estima dos combatentes. Para tanto passa a usar uma vestimenta com as cores da bandeira dos Estados Unidos, azul, branca e vermelha. Só que um plano nazista faz com que Rogers entre em ação e assuma a alcunha de Capitão América, usando seus dons para combatê-los em plenas trincheiras da guerra.



 Apesar dos filmes da franquia X-Men não serem os melhores eu adoro cada um deles, mas o meu preferido é com certeza o First Class (porém o Days of Future Past  quase empata), acho que pelo ar mais descontraído e fluído da história. A trilha sonora e os efeitos especiais também são esplendidos.

 Charles Xavier (James McAvoy) é formado em teologia e filosofia e realiza um trabalho de pós-graduação junto às Nações Unidas. Na univesidade de Oxford ele conhece Erik Lehnsherr (Michael Fassbender), filho de judeus que foram assassinados pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Erik apenas escapou graças ao seu poder mutante de controlar metais, que permitiu que fugisse para a França. Ao término da guerra, Erik passou a trabalhar como intérprete para a inteligência britânica, ajudando judeus a irem para um país recém fundado, hoje chamado Israel. Charles e Erik logo se tornam bons amigos, mantendo um respeito mútuo pela inteligência e ideais do outro. Em 1965, Charles decide usar seus poderes psíquicos para ensinar jovens alunos mutantes a usarem seus dons para fins pacíficos. Nasce a Escola para Jovens Superdotados, gerenciada pelos dois amigos.



 O mais recente da lista é a animação Big Hero 6 (porque se não tivesse animação na lista esse claramente não seria um post feito por mim), essa é a primeira vez que a Disney usa personagens de sua filial Marvel pra um filme próprio e eles acertaram na mosca. Os personagens são fantásticos, alguém por favor me dá um Baymax!!!! as cenas de ação são super legais, assim como as demonstrações de emoção (sim, chorei, me julguem).

 Cidade de San Fransokyo, Estados Unidos. Hiro Hamada (voz de Ryan Potter) é um garoto prodígio que, aos 13 anos, criou um poderoso robô para participar de lutas clandestinas, onde tenta ganhar um bom dinheiro. Seu irmão, Tadashi (voz de Daniel Henney), deseja atraí-lo para algo mais útil e resolve levá-lo até o laboratório onde trabalha, que está repleto de invenções. Hiro conhece os amigos de Tadashi e logo se interessa em estudar ali. Para tanto ele precisa fazer a apresentação de uma grande invenção, de forma a convencer o professor Callahan (James Cromwell) a matriculá-lo. Entretanto, as coisas não saem como ele imaginava e Hiro, deprimido, encontra auxílio inesperado através do robô inflável Baymax (voz Scott Adsit), criado pelo irmão.

 E aí, você gostam de super-heróis? Quais são os seus filme preferidos? Comentem aqui em baixo :)