5 de janeiro de 2014

Resenha : Marley & Eu

Autor: John Grogan
Editora: Ediouro
Ano: 2011
Páginas: 304
Gênero: Biografia
Nota:  ★★★★ 
Skoob

John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, "um bola de pelo amarelo em forma de cachorro", que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de 43 quilos.
Era um cão como não havia outro nas redondezas: arrombava portas, esgadanhava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranquilizantes receitados pelo veterinário, nem a "escola de boas maneiras", de onde, aliás, foi expulso. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional. Imperdível.


 Eu já devia ter feito esta resenha, por que terminei de ler já faz uns 15 dias, mas quera fazer uma coisa mais caprichada, então esperei estar com vontade de postar.
 
 Acho que para você ler Marley & eu, tem que estar preparado (a). Acho que eu não estava. Assim que terminei, chorei horrores. Mas achei uma história fantástica. 
 
 O livro conta a história de John e sua mulher, Jenny. Eles são dois jovens apaixonados e sem muitas preocupações. Mas Jenny sonha em um dia ser mãe, mas depois de matar uma planta te tanto lhe regar, ela sente que não está pronta para isto. Resolve testar seu talento adotando um bicho de estimação.Por isto vão a uma fazenda e adotam Marley, um labrador amarelo e super fofo.
 
 A vida deles muda completamente depois disto, pois o cachorro é bagunceiro, comilão e bobão. Mas acima de tudo isto ele é leal e amoroso. 

 A história é super comovente, eu dei risadas diversas vezes, mas também teve partes em que não conseguia conter as lágrimas.


 É muito legal ver como o casal se desenvolve ao longo do livro, principalmente com a ajuda de Marley. Em um certo ponto percebemos que eles deixaram de ser aqueles jovens imaturos e se tornaram adultos maduros. Não tem como não se apaixonar pelo cão. Ele é muito divertido, é incrivelmente fofo e sua lealdade com os donos é surpreendente. 


   A leitura é super fluída, apesar de algumas horas se tornar cansativa devido a grande quantidade de detalhes dos locais. A história começou a me envolver de verdade lá pela página 120. Teve horas que que eu fiquei realmente preocupada com o Marley. 
 
 A escrita é fácil, e até da para conhecer um pouco da cultura da Flórida. O escritor conta sua história de uma forma muito legal e comovente.


 Eu não indico este livro caso você não goste de se emocionar. Mas mesmo assim é uma leitura imperdível.